DESINFESTAÇÃO DE EXPLANTES RADICULARES DE BACURIZEIRO (Platonia insignis Mart.)

Maria das Graças Rodrigues Ferreira, Maurício Reginaldo Alves dos Santos, Josilene Felix da Rocha, Eliete Rodrigues dos Santos, Arêssa de Oliveira Correia

Resumo


RESUMO: O bacurizeiro (Platonia  insignis Mart.) é uma planta  frutífera que apresenta madeira com boa característica físico-mecânica e suas sementes podem ser utilizadas para extração de óleo. Este trabalho  objetivou  avaliar  diferentes  tratamentos  de  desinfestação  de  explantes  radiculares  de bacurizeiro  para  o  seu  estabelecimento in  vitro. Segmentos  radiculares  foram lavados com água destilada e detergente, em seguida  foram seccionados em estacas de 1,5 a 2,0 cm, as quais  foram imersas em álcool 70% (v/v) por 1 minuto e em soluções de hipoclorito de sódio a 0,50, 1,25 e 1,75% (p/v), durante 20 e 30 minutos. Metade das estacas  foram  imersas em solução antifúngica (carboxin 0,067% p/v +  thiram 0,067% p/v, carbendazim 0,17% p/v, clorotalonil 0,17% p/v +  tiofanato-metílico 0,067% p/v) por 30 minutos, em  seguida  todos explantes  ficaram  imersos em  solução antioxidante com 100 mg.L-1 de ácido ascórbico e 150 mg.L-1 de ácido cítrico por 10 minutos. Os explantes foram inoculados em meio MS acrescido de 3,0% de sacarose, 100 mg/L de cefotaxima e 0,8% de ágar. Foram  utilizadas  dez  repetições  por  tratamento.  Observou-se  que  a imersão  em solução  de hipoclorito de sódio a 1,75% por 30 minutos,  foi eficiente quando associada à utilização da solução antifúngica, obtendo  descontaminação  total  dos  explantes. As  soluções  de  0,50  e  1,25%, mesmo associadas à solução fungicida, resultaram em níveis de contaminação variáveis. Os tratamentos nos quais não se utilizou solução antifúngica atingiram 100% de contaminação.

PALAVRA  CHAVES: Cultura  de  tecidos  vegetais. Frutas tropicais. Hipoclorito  de  sódio. Solução antifúngica.


Texto completo:

PDF




Direitos autorais



ISSN: 1982-792X