Avaliação da capacidade antioxidante da linhaça dourada e marrom

Edeli Simioni de Abreu, Isabela Rosier Olimpio Pereira, Amanda Madeira Cerqueira dos Santos, Elaine Menezes Porto, Maria da Paixão Conceição, Natali Fabene Mazza

Resumo


Alimentos funcionais são aqueles que, além de contribuírem com a nutrição, contêm substâncias produtoras de benefícios à saúde. Devido à incidência de doenças decorrentes de uma má alimentação a busca por alimentos saudáveis vem crescendo significativamente, levando as pessoas a optarem por alimentos funcionais. O objetivo desse estudo foi avaliar a diferença antioxidante existente entre a linhaça marrom e a linhaça dourada. Avaliou-se a capacidade antioxidante da linhaça marrom e dourada através do método de sequestro de radicais livres (DPPH). Verificou-se que o extrato metanólico de linhaça marrom apresentou 78,3% de redução dos radicais livres enquanto a linhaça dourada apresentou 52,4%. Pode-se concluir que a linhaça marrom apresentou maior poder antioxidante em relação à dourada, com diferença significativa.

Palavras-chave


Sementes; Alimentos funcionais; Oxidação

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2015 Saber Científico



ISSN: 1982-792X