UTILIZAÇÃO DO QUESTIONÁRIO CAGE COMO RASTREIO DE ETILISTAS EM UMA UNIDADE DE SAÚDE DA FAMILIA DO ESTADO DE RONDÔNIA

Karina Negrão Zingra, Carla Beatriz Giopato Moreira, Bruna Moreira Couto Flor, Leonardo Vasconcelos Silva, Rafael Mendes Freitas Zanforlin Barbosa, Marcos Vinicius Brito Felix, Hugo Fortini de Araújo, Jonas Leandro Moentke, Mateus Augusto Lerner dos Santos, Arlindo Gonzaga Branco Júnior

Resumo


O uso de álcool e drogas tem sido crescentemente reconhecida como problema para a saúde pública no mundo. Objetivo: avaliar se a educação em saúde através da distribuição de panfletos (flyers informativos) é eficaz na captação de pacientes e avaliar se questionário CAGE pode vir a ser um bom instrumento de rastreio a ser utilizado no acolhimento em uma unidade de saúde da família do norte do país. Metodologia: Foi distribuído flyers informativos na unidade, e os pacientes que procuravam informações sobre eram encaminhados ao acolhimento para responder um questionário (CAGE) aos pacientes que procuraram o atendimento na demanda espontânea da unidade de saúde da família Osvaldo Piana. Resultados: Foram avaliados 156 questionários sendo que 44 28,20% foram CAGE positivo, a maior faixa etária foi entre 18 e 30 anos (48,18%). Conclusão: O questionário CAGE foi efetivo quando utilizado no acolhimento da unidade de saúde estudada e pode ser utilizado como rastreio a fim de identificar a possibilidade de problemas com uso abusivo de álcool.

Palavras-chave


Acolhimento. Alcoolismo. Saúde da Família.

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2020 Revista Saber Científico

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

ISSN: 1982-792X