TROMBOEMBOLISMO PULMONAR EM PÓS-OPERATÓRIO DE CIRURGIA ORTOPÉDICA

Leuda Leal de Medeiros Neta, Wesley Camilo Franco Borges, Kaluan de Oliveira Costa, Kenio Alex Abílio Teixeira, Kerollen Nogueira Cavalcante, Bruno César da Silva Ferreira, Thaynara Fagundes Reipert, Riad Joekel Kassem

Resumo


O tromboembolismo pulmonar (TEP) é uma patologia advinda de uma oclusão da circulação arterial pulmonar que leva à redução da irrigação sanguínea local. Dentre os principais fatores de risco podemos destacar trombose venosa profunda (TVP) de membros inferiores, idade avançada, grandes cirurgias ortopédicas e tabagismo. O caso relatado apresenta uma paciente do sexo feminino, 56 anos, que evoluiu com TEP no pós-operatório de cirurgia ortopédica para correção de fratura femoral, sendo a prevenção realizada através de correção cirurgica minimamente invasiva, após 10 horas do trauma, e instituição de fisioterapia mecânica precoce. Após o diagnóstico de TEP através da angiotomografia de tórax, iniciou-se o tratamento com enoxaparina por 5 dias, seguida de etexilato de Dabigatrana por um período de 6 meses, levando a paciente a um desfecho favorável. A escolha do tratamento teve como base uma abordagem inovadora descrita pelo American College of Chest Physicians como primeira escolha para tratamento de episódios agudos e/ou terapias prolongadas no tratamento de TVP/TEP. O objetivo do relato de caso foi demonstrar a necessidade do diagnóstico precoce, as medidas preventivas e o uso terapêutico de medicamentos modernos, visando a prevenção e o tratamento precoce de TVP e TEP.


Palavras-chave


Tromboembolismo pulmonar. Trombose venosa profunda. Anticoagulação. Cirurgia ortopédica.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22614/resc-v9-n1-1269



Direitos autorais 2020 Saber Científico

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

ISSN: 1982-792X