A UTILIZAÇÃO RACIONAL DE DEFENSIVOS NA PRODUÇÃO PRIMÁRIA DA AGRICULTURA FAMILIAR

Arlete Cherobini Orth, Adriana Pedrassani Schwartz, Dnniffer Cadzerski

Resumo


Atualmente havendo a necessidade de produzir em grande escala, torna-se imperativo buscar novas tecnologias para a produção de alimentos, porem, além de produzirmos mais, temos que produzir alimentos mais saudáveis, com meios sustentáveis que preservem a saúde humana. Diante das condições atuais em relação ao uso de defensivos agrícolas, avaliamos a seguinte problemática: Quais os danos causados a saúde humana pelo uso dos defensivos na agricultura familiar?  O principal objetivo é identificar os danos causados a saúde humana, a prevenção deve ser priorizada, em relação às medidas de proteção dos riscos. Na maioria das situações, “prevenir” parece ser mais “econômico” do que “solucionar”.  Com elementos fundamentais de análise do uso dos defensivos no País, levando em consideração as dificuldades quanto à aplicação e manuseio dos mesmos. O uso indiscriminado de agrotóxicos na agricultura convencional afeta a saúde dos agricultores.  Os agrotóxicos são potencialmente perigosos, podem causar danos à saúde de pessoas. Geralmente as propriedades dos agricultores familiares são gerenciadas por membros da família com baixa qualificação tanto em administração e gerenciamento, tanto quanto em conhecimento teórico para aplicação de defensivos, sendo este um dos fatores que interferem na eficácia das aplicações. Buscando produtividade imediata os agricultores familiares fazem uso dos agrotóxicos sem a devida atenção à saúde, cogente uma tomada de decisão do produtor rural, com ações coletivas que contribuam significadamente para a evolução dos sistemas de produção, no sentido de melhor preservação de sua e por consequência a saúde da população em geral, consumidora de seus produtos.


Palavras-chave


Agricultura familiar. Agrotóxicos. Saúde.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22614/resc-v8-n1-1044



Direitos autorais 2019 Saber Científico

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

ISSN: 1982-792X