ANEMIA FERROPRIVA ASSOCIADA À INFECÇÃO POR ANCILOSTOMÍDEO

Marcelo Felipe Pereira Teles, Sandra Lima Rosa Gomes

Resumo


Anemia ferropriva é um dos distúrbios mais frequentes em países desenvolvidos e em desenvolvimento, classificada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como uma condição na qual o conteúdo de hemoglobina do sangue apresenta-se abaixo dos valores de referência considerados normais para a idade, sexo e estado fisiológico. A anemia por deficiência de ferro é considerada um transtorno nutricional que atinge principalmente o desenvolvimento de crianças entre 0 e 5 anos, idosos e mulheres, principalmente gestantes, causada por vários fatores, entre eles alguns parasitas intestinais como os ancilostomídeos. Esses parasitas podem reduzir em até 20% do ferro ingerido na dieta, o que pode resultar em anemia por deficiência de ferro caracterizando um problema de saúde pública que afeta as comunidades mais pobres e desfavorecidas, especialmente em áreas rurais em que as pessoas possuem o hábito de andar descalças. Diante disso, este estudo tem como objetivo descrever os principais fatores associados à infecção por ancilostomídeo, que contribuem para a instalação do quadro de anemia ferropriva.  Foi possível observar que a infecção por ancilostomídeo está diretamente relacionada à anemia ferropriva devido à lesão intestinal causada por esse parasita. Sendo assim, a adoção de medidas preventivas e o diagnóstico precoce da infecção são importantes para o controle, tratamento e redução da incidência da doença.


Palavras-chave


Ancilostomíase. Necator americanus. Ancylostoma duodenale. Anemia ferropriva. Hemoglobina.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22614/resc-v7-n2-1000



Direitos autorais 2018 Saber Científico

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

ISSN: 1982-792X